/ Gamification

Você sabe o que é Gamificação?

A Gamification of KCS ou Gamificação (na versão brasileira) se tornou um conceito praticado em diferentes áreas. Trata-se de uma técnica que se utiliza dos elementos mecânicos, de design e semiótica dos jogos em diferentes contextos. É uma forma divertida e lúdica que pode ser adotada para alcançar objetivos de aprendizado, sendo esta empregada tanto em escolas quanto no mercado de trabalho ou em quaisquer atividades em que seja necessário utilizar novas abordagens para estimular o conhecimento.

Atualmente empresas de alguns segmentos enfrentam problemas de desmotivação, sobretudo aquelas cujo quadro de colaboradores é composto em sua maioria por jovens. Os treinadores encontram dificuldades em estimulá-los a aprender e estes acabam apresentando um desempenho abaixo do esperado. Isso pode ser sanado com os jogos, uma vez que as técnicas empregadas dentro deles estão sendo usadas conscientemente para envolver as pessoas fora deles. O conhecimento é o subproduto da interação e da experiência e nada melhor do que um jogo para despertar esses fatores.

A quantidade de entretenimento em que as pessoas estão expostas pode competir pela atenção de livros, treinamentos e capacitações, por exemplo. Os jovens, principalmente, estão acostumados com mais estímulos no cotidiano e ficam entediados na escola ou no trabalho e os jogos acabam se tornando uma boa opção para despertar o seu interesse. Muitas empresas tem utilizado as plataformas de Gamificação para oferecer treinamentos, gerando resultados mais expressivos que os treinamentos convencionais, além de terem custos menores.

Principais aplicações

Uma pesquisa feita pela M2 Research no ano de 2012 mostrou que as empresas devem investir U$ 2 bilhões ou mais em sistemas gamificados até o fim de 2015. São companhias que irão utilizar as ferramentas em suas estratégias de marketing, visando o engajamento do produto com o público alvo, em ambientes corporativos para motivação de funcionários, treinamentos, capacitações e demais atribuições para garantir o melhor desempenho e em desafios de impacto social com objetivo de aumentar a participação das pessoas.

Vantagens da Gamificação

A possibilidade de mensurar o progresso dos envolvidos e realizar o feedback constante são duas das principais vantagens que a gamificação pode oferecer. Além delas, as instituições que adotam os jogos como forma de treinamento propõem novos desafios, os quais estão associados a um propósito maior. Eles são estimulados a realizar ações dentro do jogo que serão encontradas no mundo real. Assim quando eles identificarem situações semelhantes estarão aptos a tomarem decisões e agir para superá-las.

Estabelecer desafios traz resultados mais expressivos, uma vez que os jogos diminuem o medo de fracassar, aumentando as chances de a pessoa agir no momento certo e ter o sucesso esperado. Também podem ser feitas competições de forma direta para eleger vencedores em diferentes atividades. Só a possibilidade de premiar os cinco ou dez melhores de uma turma de treinamento, por exemplo, já uma forma de promover certo nível de competição – contudo é preciso que o ambiente e as regras proporcionem um ambiente sadio.

As recompensas são parte fundamental do processo, pois funcionam como feedback e ainda irão estimular mais os envolvidos a participarem de forma ativa. O usuário terá ciência de que está fazendo tudo certo e ainda será estimulado a continuar jogando e aprendendo. Essas recompensas podem vir em diferentes formatos, desde o virtual até como pontos, medalhas, objetos que poderão ser colecionados, folgas, enfim, a companhia deve ser criativa também neste momento. Basta definir se elas serão pré–estabelecidas antes do desafio ou se concedida como fator surpresa durante o jogo.

Vale ressaltar que a Gamificação não é algo direcionado para crianças. Com tantas transformações, a vida corrida e outros fatores, ainda há cobrança e é necessário aprender novas técnicas e se reciclar. É neste momento que é possível recorrer aos games como forma de aprendizado, sendo este prazeroso, transformador e com resultados expressivos. O aprendiz se motiva mais e ainda adquire novas competências.

Cenário Nacional

No Brasil, a Gamificação já chegou há algum tempo e existem tanto instituições que adotaram a prática, como aquelas especializadas em desenvolver simuladores de atividades do cotidiano para grandes companhias. O cenário nacional é semelhante ao encontrado nos EUA em que há grandes expectativas e discussões aceleradas, contudo ainda há muito o que explorar.

Empresas como a Desk Manager já apostam na Gamificação e podem auxiliar na construção de uma base solida de conhecimento, oferecendo soluções em treinamentos. Para conhecer mais sobre o trabalho da empresa, acesse o site.

Rafael Fialho Teixeira

Rafael Fialho Teixeira

Atua há mais de 5 anos na área de Negócios da Desk Manager Software. Formado em TI e especializado em Gestão de Serviços, ITSM, ITIL, Cobit e Customer Success.

Leia Mais