Não há um único caminho certo para abordar um cliente. Todos os tipos de clientes visitarão o seu site. Cada um deles é único e requer uma abordagem diferente.

Uma equipe que muda sua abordagem para casos diferentes é uma equipe que obtém bons resultados no atendimento ao cliente. Eles são capazes de lidar com todas as situações, não importando se são agradáveis ​​ou não.

Continue a ler para ver que tipos de clientes você pode encontrar no seu site e o que você pode fazer para tornar o contato deles útil e memorável.

5 tipos de clientes que você precisa conhecer

Você pode segmentar seus clientes em grupos com base em sua posição no funil de vendas. Você vai separar as pessoas que estão apenas olhando e não realmente pensando em comprar das pessoas que já são fãs da sua marca e sempre compram com você.

Dependendo de quão fundo eles entraram no seu funil de vendas, você precisará abordar suas necessidades e perguntas de maneira um pouco diferente.

Além disso, você deve considerar o motivo pelo qual alguém está comprando de você. Isso também mudará um pouco a conversa e poderá ajudá-lo a mover um cliente que ainda esteja em cima do funil e transformá-lo em um freguês.

Aqui estão cinco tipos de clientes que você encontrará:

1. Potencial cliente: vamos chamá-lo de Jorge

O potencial cliente Jorge é um tipo de cliente que está no início do seu funil de vendas. Tecnicamente, Jorge ainda não é seu cliente. No entanto, você deve oferecer a ele um bom atendimento, para que ele, em breve, se torne um cliente.

Jorge é um consumidor que precisa se nutrir e se aquecer antes de tomar uma decisão de compra.

Ele já mostrou algum interesse em seu negócio, seja preenchendo um formulário de contato, inscrevendo-se em um newsletter ou fazendo uma pergunta por e-mail.

Esse pedaço de interesse é o que separa Jorge de outros visitantes do site. Você pode usar essa centelha de interesse para convertê-lo em um cliente pagante. É muito mais eficaz do que bombardear todos os visitantes do site com ofertas.

Como lidar com o potencial de Jorge:

  • Mostre o valor do seu produto: você pode capitalizar seu interesse mostrando claramente o que ele pode obter de seu produto.
  • Mostre-se disponível: certifique-se de que o cliente em potencial saiba que pode pedir ajuda ou conselhos a qualquer momento. Mesmo que o cliente não precise dele imediatamente, eles apreciarão a oferta.

2. Novo cliente: vamos chamá-lo de Pedro

Pedro é um novo cliente; ele acabou de comprar algo de você. Ele ainda está aprendendo como usar seu produto. Você precisa fazer tudo o que estiver ao seu alcance para tornar esse período de adaptação tranquilo.

Mesmo que você já tenha feito uma venda, você não pode deixar Pedro sem ajuda. Se ele não receber auxílio, pode para de ver valor no seu produto. O tempo que você economiza ao não ajudar Pedro será menos valioso do que os futuros negócios que ele pode trazer.

201917Jun_deskmanager-cta-blog

Como lidar com o seu novo cliente Pedro:

  • Guie-o para o sucesso: você pode ganhar um cliente duradouro investindo um pouco do seu tempo explicando como o seu produto funciona e garantindo que o novo cliente saiba como usá-lo. Você pode fazer isso com um processo de integração adequado.
  • Deixe uma opção de contato aberta: mesmo que você ofereça uma integração automatizada aos clientes, tenha uma opção de atendimento ao cliente não-automatizada disponível. Ele irá percorrer um longo caminho e podem haver situações em que a pergunta do cliente não possa ser respondida pelo seu sistema automatizado.

3. Cliente Impulsivo: vamos chamá-lo de Felipe

Esse é o tipo de cliente que pode tomar uma decisão de compra em um instante, desde que as condições estejam corretas.

Veja só: Felipe não precisa de muito convencimento para fazer uma compra. Você não precisa investir muito essa proposta de valor.

O que Felipe precisa para comprar algo é uma maneira clara e fácil de fazer isso. Quanto menos etapas envolvidas, maiores as chances de que um cliente como o Felipe faça uma compra.

Limpe o caminho para o Felipe e livre-se de qualquer distração que ele possa enfrentar para se certificar de que você não está desperdiçando esse impulso de compra.

Como lidar com o impulsivo Felipe:

  • Limpe o caminho para o checkout: certifique-se de que ninguém precise de um manual para fazer uma compra em seu website. Quanto menos cliques e informações necessárias para fazer uma compra, melhor.
  • Ajuda rápida e concisa: se Felipe tiver um dúvida, a resposta precisa ser rápida e objetiva.Se você demorar muito, o impulso de compra desaparecerá e Felipe sairá do seu site.

4. Viciado em descontos: vamos chamá-lo de Daniel

Daniel é o tipo de cliente que vê valor no seu produto, mas não o compra a preço integral. Esse tipo de cliente normalmente está procurando por alguma informação extra sobre as condições exatas da compra ou desconto que você está oferecendo.

Você pode ajudá-lo explicando os meios de pagamento e o que ele precisa fazer para ganhar determinado desconto ou benefício.

Depois de fazer uma compra, é difícil manter Daniel como cliente. Se você está oferecendo um serviço a um preço com desconto, Daniel normalmente irá embora quando o desconto parar de ser aplicado.

Para aumentar suas chances de manter Daniel como cliente, você precisa mostrar a ele que ele não está apenas obtendo um produto com desconto, mas também obtém um incrível atendimento ao cliente junto com sua compra.

Você precisa fornecer um valor agregado que faça com que o Daniel pense duas vezes antes de mudar para outra empresa.

Como lidar com o viciado em descontos Daniel:

  • Explique o acordo: forneça todos os detalhes necessários sobre o negócio para evitar qualquer confusão. Daniel também pode precisar de ajuda para inserir um código de desconto ou usar um cupom, portanto, certifique-se de que sua equipe saiba os detalhes da transação.
  • Ofereça valor agregado: para garantir que Daniel continue sendo um de seus clientes, você precisa ir além da sua oferta inicial. Adicione a cereja no topo do negócio, algo que eles não podem obter em outro lugar. Atendimento ao cliente de excelência pode ser uma dessas vantagens que o ajudarão a manter Daniel como cliente.

5. Cliente fiel: vamos chamá-lo de Sandro

De todos os tipos de clientes existentes, um freguês é o que você mais quer na sua empresa! Esse tipo de cliente continua voltando para mais. Além de ter um impacto significativo na sua receita, Sandro também será o embaixador da sua marca.

Sandro e clientes como ele ajudam você a crescer com propaganda boca em boca. Ele recomenda sua empresa ou produto a seus amigos e familiares, enviando um fluxo saudável de novos clientes para você.

Você deve tentar aproveitar a experiência dele e aprender o que o deixa tão satisfeito com o seu negócio.

Quando tiver a oportunidade, pergunte a Sandro qual é o aspecto do seu produto ou negócio que ele mais gosta. Tome nota e tente replicar essa experiência para que outros clientes possam se tornar embaixadores da sua marca.

Como lidar com o fiel Sandro:

  • Dê voz a ele: você pode ajudar Sandro a espalhar o amor e apresentá-lo em um estudo de caso. Um pouco de prova social como essa tornará suas landing pages muito mais atraentes para os clientes em potencial.
  • Aprenda com a experiência dele: veja o que transformou Sandro em freguês e certifique-se de que isso aconteça mais frequentemente com outros clientes.
  • Não estrague tudo: faça o que fizer, certifique-se de que Sandro continue empolgado com o seu produto e negócio.Agora que você sabe como atender todos os tipos de clientes, deve estar se perguntando “se o meu negócio crescer muito, como vou atender a todos eles de maneira diferenciada?”. Nesse cenário, ter uma Central de Ajuda pode te salvar! Leia: Como ter uma Central de Ajuda pode ajudar o seu negócio
CTA-DM-2-6