/ Gestão de Atendimento

Reconheça os colaboradores mais produtivos

No mercado corporativo atual, grande parte das empresas, principalmente as de grande porte, já perceberam que a sua produtividade está diretamente relacionada ao nível de motivação de seus colaboradores.

Há algum tempo, gestores direcionam esforços e investimentos em inúmeras ações, tais como entrega de prêmios, melhores remunerações e viagens para que seus funcionários trabalhem mais e cumpram as metas estipuladas.

Mas será mesmo possível atingir altos níveis de produtividade através destes benefícios? Bem, é o que aponta uma pesquisa realizada pela Aon Hewitt, com 400.000 funcionários de 258 organizações em todo o mundo.

Segundo ela, as organizações que possuem ações e estratégias voltadas para o engajamento e motivação de seus colaboradores possuem 78% a mais de produtividade e são 48% mais rentáveis em relação àquelas que não dispõem de tais benefícios.

Logo, ao realizar uma campanha de incentivo que demonstre aos colaboradores um real interesse em impulsiona-los e motiva-los no dia a dia, a empresa poderá se beneficiar da alta produtividade e dos seus resultados positivos. Neste ponto, surge uma questão: como extrair informações precisas acerca do desempenho de cada membro da equipe? Descubra isso a seguir.

Utilizando os gráficos e relatórios periódicos

O processo de análise da produtividade de um funcionário é muito importante, pois permite avaliar de maneira precisa o esforço empregado por ele para gerar produtos e serviços.

Além disso, medir o que se passa no interior das atividades e processos permite identificar erros e preveni-los, para que não tragam prejuízos aos clientes.

Mas nesse exato momento, você saberia dizer no que cada membro de sua equipe está trabalhando? Com um software de gestão de serviços, certamente saberia. Com ele, seria possível não apenas delegar e gerenciar as tarefas da equipe, mas também acompanhar o progresso de cada colaborador através de gráficos periódicos.

Estes geram informações sobre ocorrências que podem ser categorizadas de diversas formas, tais como status de entregas, solicitações de projetos por clientes, tipos de ocorrência, surgimento de problemas, prioridades, entre muitas outras. Toda essa transparência dá ao gestor as condições necessárias para comparar o que foi gerado com os recursos empregados para produzir um determinado produto ou serviço. O resultado permitirá que ele identifique e corrija o desempenho abaixo da média e recompense os profissionais que foram mais produtivos e atingiram suas metas.

Criando estratégias através da gamificação

Para mudarem o comportamento de seus funcionários, as empresas estão começando a incluir a gamificação no gerenciamento de seus projetos. Esta palavra o levou a pensar em jogos de videogame, correto? A gamificação, do inglês “gamification”, significa o uso da lógica e da mecânica dos jogos em contextos empresarias.

Basicamente, ela explora a ideia de que as pessoas gostam de competir umas com as outras e aplica características comuns apresentadas em games, como rankings e disputas coletivas, no ambiente da empresa em prol do cumprimento de metas, tarefas e objetivos. Para criar uma estratégia de Gamification que gere resultados positivos, o gestor precisará listar os objetivos do projeto e relacioná-los numa linha do tempo.

A partir disso, será possível determinar as recompensas para cada meta alcançada. E se o objetivo for aumentar a produtividade, a linha deverá ser mais curta em relação aos prazos de entrega.

Devemos ressaltar que o objetivo final da gamificação é reconhecer e recompensar o trabalho de todos os participantes. Contudo, nem sempre essa recompensa significa a entrega de um prêmio. Na prática, a metodologia incentiva o uso de ranking como reconhecimento pelo bom trabalho e não deve ser focada na entrega de prêmios, mas sim em destacar os melhores colaboradores.

Com o decorrer do tempo, essa competitividade saudável fará com que a motivação do grupo em busca dos resultados aumente, melhorando assim a qualidade e a produtividade do trabalho. E com a utilização de um software eficiente, tanto as entregas como a gestão dos projetos serão tarefas fáceis de controlar.

Isso porque ele reúne todas as informações e geram relatórios de forma automática. Assim, o gestor saberá a diferença entre o esforço orçado e o tempo investido nos projetos, podendo tomar decisões mais inteligentes para a correção de problemas.

E então, pronto para medir a produtividade da sua equipe, corrigir problemas e recompensar os melhores colaboradores? Então teste a simplicidade e eficiência do Desk Manager gratuitamente por 15 dias e veja os níveis de produtividade subirem na sua empresa!

Rafael Fialho Teixeira

Rafael Fialho Teixeira

Atua há mais de 5 anos na área de Negócios da Desk Manager Software. Formado em TI e especializado em Gestão de Serviços, ITSM, ITIL, Cobit e Customer Success.

Leia Mais