PDI: Um guia completo sobre Plano de Desenvolvimento Individual
Gestão de pessoas Gestão

PDI: Um guia completo sobre Plano de Desenvolvimento Individual

Célio Fabiano
Célio Fabiano

Tabela de conteúdos

Você já ouviu falar em PDI? O crescimento de uma empresa depende de uma série de fatores que caminham lado a lado. Nesse contexto, surgiu o PDI, para aprimorar habilidades dos colaboradores e destacar o seu negócio.

Essa estratégia vem apresentando bons resultados em diversas empresas e mostra a importância de investir nos colaboradores e equipes.

Contudo, para obter resultados satisfatórios e atingir os objetivos planejados, é importante entender o que é um PDI, como elaborá-lo e implantá-lo, e quais são as metas a serem analisadas.

Abaixo, veja detalhadamente como acontece esse processo, como ele pode ajudar no sucesso e crescimento da sua empresa, ao mesmo tempo em que promove o desenvolvimento pessoal de cada colaborador.

Vamos lá?

O que é o PDI?

O Plano de Desenvolvimento Individual é uma estratégia que tem como objetivo aprimorar as habilidades, competências e conhecimentos de um funcionário.

O intuito principal do PDI é orientar um profissional a alcançar metas dentro da empresa, além de ajudá-lo a obter altas performances e melhorar seu desempenho individual.

Um PDI, geralmente, tem início com uma conversa entre um gestor e um membro de sua equipe, para traçar um plano de ação com metas que vão ajudá-lo a desenvolver seus pontos fortes e talentos.

Esse método é uma parceria estudada e constantemente analisada entre a gestão e o colaborador. Portanto, é extremamente importante que haja reuniões periódicas e trocas constantes de feedbacks.

Vale lembrar que um Plano de Desenvolvimento Individual é uma ferramenta que entrega resultados de curto, médio e longo prazo. Sendo assim, é necessário que o gestor acompanhe de perto os resultados e o desenvolvimento do funcionário.

E-book de Atendimento e Gamificação

Como elaborar um plano de desenvolvimento profissional?

Para elaborar um PDI é necessário, antes de tudo, esboçar etapas para serem seguidas e levar uma série de aspectos em conta para que o projeto seja positivo.

A seguir, listamos os passos mais importantes para o aprimoramento profissional de seus funcionários:

1. Alinhar e fazer avaliações

O primeiro passo para realizar um PDI é garantir o alinhamento entre o gestor e o colaborador.

É necessário que os dois estejam caminhando para a mesma direção. Nesse caso, uma reunião introdutória é bem-vinda.

Sendo assim, é importante conhecer o colaborador e buscar entender as competências que ele gostaria, e possui habilidades, para desenvolver dentro da empresa.

Para isso, é essencial avaliar o desempenho do funcionário, assim como seu comportamento.

2. Definir metas e estratégias

Um PDI é baseado nas metas que uma pessoa deseja alcançar. Por isso, para a elaboração do plano, é preciso ter em mente os objetivos da empresa e, somente a partir daí, buscar a interação com as metas pessoais e profissionais do colaborador.

É extremamente importante que não sejam definidos objetivos impossíveis de serem feitos ou superados.

Por esse motivo, é essencial que as metas sejam traçadas com base na análise individual e comportamental dos colaboradores.

O objetivo do PDI é, acima de tudo, motivar profissionalmente o colaborador.

3. Mapear as competências dos colaboradores

Depois de definir a melhor estratégia, é preciso estabelecer também quais são as habilidades do colaborador e suas possíveis capacidades de desenvolvimento.

Mapear pontos fortes e fracos de cada integrante do time, pode ajudar a aprimorar e a desenvolver talentos profissionais. Isso tudo, é claro, seguindo as metas propostas pela empresa.

4. Oferecer feedbacks

Fornecer feedbacks é essencial para o bom andamento do PDI.

Por isso, agende reuniões com foco em oferecer feedbacks para que o colaborador entenda em que pé está o seu progresso, assim como para trocar ideias visando aprimorar suas funções dentro do plano.

Lembrando que não há necessidade de enviar feedbacks diários ou semanais, mas programar reuniões periódicas e regulares para mostrar com evidências a evolução.

5. Utilizar ferramentas para o acompanhamento do PDI

Encontrar uma ferramenta que ajude a acompanhar o desenvolvimento individual é extremamente importante nesse processo.

Um site ou software que tenha a função de acompanhar um PDI ajuda o gestor a analisar, através de dados sólidos, todo o progresso dos colaboradores, além de apresentar maiores detalhes sobre suas ações dentro do plano traçado.

Como implementar um PDI?

Depois de elaborar e rever o Plano de Desenvolvimento Individual, chegou a hora de implantá-lo. Mas como fazer isso?

O primeiro passo é criar um cronograma preciso e apresentá-lo ao funcionário. Nele, é necessário conter as estratégias, as metas e o que é esperado de cada pessoa nesse tempo.

O cronograma serve também para evitar que erros sejam cometidos durante o processo e definir prazos para as tarefas.

Para prosseguir com o plano, é  importante pensar na vontade do colaborador em crescer dentro da empresa e avaliar toda a estrutura organizacional.

Buscar entender as expectativas do futuro profissional de um indivíduo  servirá como um norte para o gestor e para o funcionário.

Aliás, expor claramente para o colaborador, desde o início, os pontos positivos do PDI, é um dos principais pilares para a implementação do mesmo.

Quais são as metas de desenvolvimento individual que devem ser analisadas?

O objetivo principal de um Plano de Desenvolvimento Individual é analisar competências comportamentais de cada profissional e seu potencial, no qual o primeiro tópico completa o outro e vice-versa.

A análise das competências comportamentais serve para entender os pontos fortes e fracos de um colaborador, além de descobrir mais sobre as hard e soft skills do funcionário em questão.

Essa análise não deve ficar restrita às funções técnicas de um profissional, mas sim avaliar todo o contexto dele dentro da empresa, além de buscar desenvolvê-las a todo tempo.

Enquanto isso, a análise do potencial profissional deve ser eficiente e entendida como uma característica única de cada um dos colaboradores.

É importante compreender que cada profissional é diferente. Por isso, deve-se adaptar as estratégias de PDI, para levar em consideração as características que podem ajudar no crescimento do colaborador.

Com isso, planejar e montar um Plano de Desenvolvimento Individual é extremamente positivo para uma empresa e para o desenvolvimento de profissionais cada vez mais engajados.

Para ter sucesso no PDI, é necessário prestar atenção aos mínimos detalhes e entender as particularidades de cada pessoa do time.

Afinal, como bem sabemos, o sucesso de uma corporação está diretamente relacionado ao investimento fornecido para aprimorar a equipe.

Aplicativo Gamificação

Outro ponto que não podemos esquecer para uma organização de sucesso, é a liderança. Afinal, o gestor de uma equipe é o grande responsável por ditar o tom e ritmo de trabalho do time, assim como inspirá-lo, motivá-lo e engajá-lo.

Se você está em busca de bons gestores para sua equipe, chegou a hora de descobrir mais sobre o E-leadership, o novo modelo de liderança que está sendo fortemente adotado dentro das organizações.



Junte-se à conversa.