/ Gestão de Atendimento

O que é feedback e qual sua importância para as empresas?

Quando se trata de pessoas no ambiente empresarial, a principal e mais famosa arma de Recursos Humanos é o feedback. Mas afinal, o que é feedback? Por que essa palavrinha é tão poderosa?

O feedback é toda informação que recebemos do ambiente de trabalho, seja através de lideranças, colegas e/ou liderados, servindo de insight para corrigirmos nossas ações.

Portanto, o feedback nada mais é que a capacidade de dar e receber opiniões, críticas e sugestões sobre a conduta profissional.

Hoje, a palavra serve ainda para caracterizar um momento específico e solene dentro das empresas, na qual o colaborador recebe os resultados da sua avaliação de desempenho.

Segundo um estudo global do Top Employers Institute realizado com 600 empresas em 99 países, o feedback é considerado pelos profissionais como a melhor forma de medição de desempenho.

No Brasil, 100% das empresas entrevistadas treinam seus gerentes para dar aos colaboradores um feedback aberto e construtivo.

Ficou curioso sobre os impactos do feedback nas empresas? Continue a leitura pois nós vamos revelar todos os benefícios dessa prática!

Os objetivos de um feedback

Agora você sabe o que é feedback na conceituação. Mas para entender de fato a relevância disso, é bom conhecer seus objetivos.

Feedback não é momento de emoção exagerada. É um retorno que valida ou invalida ou comportamento ou atitude, com base em critérios claros, objetivos e verificáveis.

Um feedback trata de:

Desempenho;
Conduta no ambiente de trabalho;
Resultados obtidos a partir de ações realizadas.
O objetivo principal de um feedback é ajudar as pessoas a melhorarem sua performance no trabalho, através do fornecimento de dados, críticas e orientações.

Essas informações, unidas em tom de conversa, servem de guia para que um colaborador seja capaz de reposicionar suas ações, buscando mais eficácia e excelência.

Feedback é orientação, não punição!

O maior aprendizado sobre feedback é que essa é uma prática educativa, não punitiva!

Se o “feedback” é marcado por broncas e críticas destrutivas, ele perde sua funcionalidade, além de desmotivar o colaborador e gerar problemas de clima e produtividade.

O feedback deve ser usado para:

Validação de condutas positivas;
Parabenização diante de resultados;
Demarcar equívocos e discrepâncias de desempenho, oferecendo a oportunidade para o receptor traçar ações corretivas;
Diálogo entre líder e liderado, a fim de trocar experiências e traçar juntos atitudes para melhoria conjunta.

Entendi o que é feedback. Mas então, como ficam as punições?

Líderes e gerentes constantemente têm que agir com “mãos de ferro” em algumas situações. Afinal, eles devem sempre prezar pelo cumprimento da estratégia da empresa, né?

Feedback não significa que um líder não possa aplicar restrições durante o dia a dia. No entanto, estudando o que é feedback, você percebe que é uma atitude completamente diferente de punição!

Se bem utilizado, o feedback é capaz de reduzir consideravelmente as situações de desconforto na empresa.

Ao entender o que é feedback, veja como uma ferramenta preventiva, capaz de eliminar pela raiz várias situações que poderiam gerar conflitos críticos.

Ao aplicar feedbacks com regularidade nas empresas, todo e qualquer foco de conflito é acalmado antes de gerar desconforto!

Os tipos de feedback

Tão importante quanto saber o que é feedback é conhecer os tipos de feedback.

Um feedback pode ser dado em grupo ou individualmente, a partir da expressão de análises ou resultados positivos.

Nós vamos te apresentar três modelos de feedback: positivo, negativo e sanduíche.

Feedback positivo

O feedback positivo deve ser aplicado quando o colaborador ou a equipe bate todas as suas metas e alcança os resultados esperados.

Esse modelo é muito importante para que o funcionário ou o grupo compreendam que estão no caminho certo em suas ações e resultados, motivando ainda mais engajamento com a empresa.

Um feedback positivo pode, ainda, ser dado em público – ou seja, vale a pena elogiar um membro da equipe na frente dos demais.

Isso ajuda a motivar mais a pessoa que recebe o feedback e também engajar demais pessoas da mesma equipe.

Feedback negativo

O feedback negativo é quando o colaborador ou a equipe apresentam desempenho abaixo do esperado ou uma atitude que não condiz com a cultura da empresa.

É fundamental ter sensibilidade para transmitir esse feedback, utilizando palavras sutis e tom de aconselhamento. Isso evitará desgastes entre as equipes.

O feedback negativo sempre deve ser dado individualmente, para não reprimir o colaborador e gerar uma situação de desconforto na presença dos demais membros da equipe.

Feedback sanduíche

O feedback sanduíche baseia-se na ideia de se iniciar a conversa com algum ponto positivo do colaborador, em seguida, expor o ponto em que o ele pode melhorar e finalizar com um outro elogio.

O elogio inicial serve para mostrar que o seu líder está ciente das coisas que o colaborador está fazendo.

Em seguida é dito onde a empresa espera que aquele colaborador melhore. Isso é importante para que ele tenha a consciência de onde ainda pode se aperfeiçoar.

O elogio final deixa o colaborador mais receptivo aos comentários feitos durante a reunião.

Feedback é troca

Por mais que muitos empresários entendam a importância do feedback, acontece que muitos ainda não entendem a essência nas empresas.

O feedback é uma via de mão dupla. No momento do diálogo, não é só o líder que analisa e desenvolve seus funcionários a partir de uma avaliação.

No entanto, o feedback deve ser recíproco. Toda liderança deve estar preparada ouvir críticas e recomendações.

Three vintage olden days telephone hanging on the wall for public use.

Como fazer feedback?

Há diversas dicas envolvidas na técnica de transmitir e receber feedbacks. Hoje nós vamos te passar algumas regras básicas para o feedback.

Para quem dá feedback:

  • Transmita confiança;
  • Respeito é tudo;
  • A conversa deve ter sigilo e ética;
  • Verifique o tipo de feedback específico adequado (validação ou correção);
  • Tenha muito claras as causas e o objetivo do feedback;
  • Feedback é uma conversa presencial;
  • Verifique com atenção se é melhor falar a sós ou com a participação de outros envolvidos;
  • Certifique-se de que sua mensagem bem compreendida.

Se você está recebendo um feedback:

  • Demonstre e comunique seu interesse em receber feedbacks;
  • Ouça-os com atenção e respeito, mesmo discordando;
  • Tenha ética e sigilo para com os envolvidos;
  • Agradeça as ponderações positivas;
  • Assuma as responsabilidade de melhorar os pontos negativos;
  • Entenda as críticas como possibilidades de crescimento e evolução;
  • Verifique se compreendeu com clareza o que lhe foi colocado, agradeça e comprometa-se a refletir e rever o que for necessário.

Dar retorno aos seus colaboradores, bem como estar aberto às sugestões deles, é uma importante postura para o desenvolvimento do seu negócio.

Se você gostou de aprender o que é feedback, não perca tempo! Implemente a prática na sua empresa. Nós oferecemos em outro artigo as melhores dicas de como fazer feedback.

Célio Fabiano

Célio Fabiano

Co-fo & CEO da Desk Manager, acelerado com grande experiência na área de TI e Negócios, atuando a mais de 20 anos no mercado. Co-Fo & CEO da Keruak Software, Partner da 3In Capital.

Leia Mais