CIO: o que é e por que sua empresa precisa de um
Gestão

CIO: o que é e por que sua empresa precisa de um

Rafael Fialho Teixeira
Rafael Fialho Teixeira

Tabela de conteúdos

A figura do Chief Information Office (CIO) tem ganhado bastante destaque, conforme a tecnologia começa a permear cada vez mais processos de negócios. Mas muita gente ainda não sabe o que é CIO, confundindo-o frequentemente com outras siglas como CEO (Chief Executive Officer), por exemplo.

Basicamente, o CIO é o responsável pelo setor de Tecnologia da Informação (TI) de uma empresa, assumindo um papel de apoio ao negócio para se tornar uma peça-chave no posicionamento estratégico.

Se você deseja saber mais sobre essa posição, continue a leitura.

O que é CIO?

Como adiantamos, o CIO cuida do funcionamento dos sistemas relacionados à área de TI, sendo o executivo mais experiente do ramo dentro da empresa.

À medida que a tecnologia se torna o pilar da inovação e o instrumento que permite que as empresas se adaptem às mudanças de mercado, o CIO assume um papel consultivo junto ao CEO para indicar estratégias de negócios que permitam que a empresa cresça.

Desse modo, ele realiza a ponte entre a direção do negócio e a equipe de colaboradores no setor de informática.

Esse profissional se reporta aos demais chefes da organização, como o CFO (Chief Financial Officer), o CEO e o COO (Chief Operation Officer), formando o comitê executivo da empresa.

Para entender o que é CIO, você ainda precisa estar atento a outro profissional que costuma ser confundido com ele.

Ainda que, pela grafia, o CIO seja mais parecido com o CEO, existem pessoas que não sabem diferenciá-lo do CTO (Chief Technology Officer).

Esse último está relacionado ao cliente externo, enquanto o CIO auxila  na operação interna da empresa, criando políticas e processos com o objetivo de otimizar a gestão do negócio.

Isso significa que, além de ser uma pessoa com um conhecimento em informática bem avançado, ele precisa ter o domínio em estratégia e liderança.

CEO, CIO, COO e CTO: qual a diferença?

Antes de falarmos sobre a atuação do CIO nas empresas, vamos entender o que cada sigla significa e para quais funções elas existem. Confira!

CEO

O CEO é o diretor-geral, o cargo mais alto de uma hierarquia empresarial.

Essa liderança é a grande responsável por dar a palavra final nas decisões que são tomadas em todos os níveis operacionais da empresa.

CIO

O CIO, tema do nosso conteúdo, é o diretor de tecnologia, como falamos acima.

Ele gerencia o setor de tecnologia e informática da organização. Isso significa que é o responsável por recursos digitais, sistemas internos e externos e pela implementação de tecnologias.

COO

Já a sigla COO representa o cargo de diretor de operações.

Ele é o profissional responsável por coordenar as atividades que geram receita para a empresa. Em geral, ele possui uma relação direta com o CEO, pois cuida diretamente do comercial da organização.

CTO

O CTO, diferente do CIO, significa diretor de tecnologia. Suas funções estão relacionadas às demandas técnicas da empresa, ou seja, enquanto o CIO cuida da parte estratégica da TI, o CTO tem como objetivo fazer a operação rodar.

Como o CIO atua?

Agora que você já sabe o que é CIO, precisa descobrir quais são as suas atribuições.

Sendo o responsável por toda a administração de recursos, pessoal e estruturas da TI, o CIO deve garantir que os projetos sejam cumpridos dentro do prazo e de acordo com o orçamento disponível.

Nesse sentido, o profissional precisa alinhar as metas da diretoria e a aplicação da tecnologia na resolução de problemas e no crescimento do negócio.

Com isso, o CIO tem como atribuições a supervisão e implementação dos seguintes itens:

  • Produtos de TI, entre eles, hardwares e softwares;
  • Processamento e armazenamento de dados;
  • Desenvolvimento de políticas de uso de dados;
  • Criação de métricas e apuração dos resultados de performance;
  • Manutenção técnica;
  • Desenvolvimento de sistemas para apoio ao negócio;
  • Padronização a fim de integrar todos os processos da organização, incluindo as redes de comunicação.

Outro ponto que merece destaque está relacionado à política de segurança da informação e sua constante atualização, que precisa estar sempre na pauta do CIO. Aliás, é ele o responsável por destacar a importância disso ao CEO e à alta administração.

Da mesma forma, a ele compete discutir as políticas de acesso externo aos dados corporativos, bem como o uso de equipamentos dos próprios colaboradores (como smartphones, por exemplo).

Essas tendências não só não podem ser ignoradas pelo CIO, como devem ser objeto de constante estudo e análise.

Afinal, os ativos de informação hoje em dia são quase tão valiosos para uma organização quanto os físicos. Inclusive, uma das funções do CIO é definir o posicionamento da empresa quanto à computação em nuvem.

A organização precisa ter uma estratégia de dados consolidada, que inclusive tenha como foco a avaliação da relação com os clientes a partir desses dados.

Além disso, um dos aspectos que mais representa uma oportunidade aos CIOs está no recrutamento de novos talentos.

O ambiente tecnológico das empresas tem um papel cada vez mais importante em sua capacidade de captar e reter talentos – e o CIO não pode estar alheio a esse fato.

Compete a ele, portanto, auxiliar a construir esse ambiente favorável. Afinal, quem poderia fazer isso melhor?

Qual é a importância do CIO nas empresas?

O CIO tem papel fundamental nas empresas, por diversos motivos.

Como podemos ver, por meio da ligação entre a alta gestão e as equipes de TI, é possível entender o que o CEO espera, inclusive em relação aos resultados desejados em determinado período.

Além disso, ele será o profissional responsável por todas as questões relacionadas ao departamento de tecnologia da empresa. Desse modo, ficam garantidos ouso mais estratégico de recursos e a aplicação das tecnologias necessárias para alcançar os objetivos da organização.

E suas competências não param por aí: ele também é o responsável pela análise de informações, assim como possui o olhar treinado para identificar os erros e pontos que precisam de melhorias dentro do setor do qual ele é responsável pelo gerenciamento.

A análise de falhas, por exemplo, é a forma mais certeira de conseguir encontrar oportunidades de melhoria e de novas soluções que podem ser comercializadas pela empresa.

Esses pontos, porém, não são baseados em achismos. O CIO de uma empresa trabalha baseado em dados e informações, assim como com indicadores de performance e metas.

Além disso, existem outras vantagens de ter um CIO de empresa e abaixo vamos falar mais detalhadamente sobre cada uma delas. Confira!

Alinhamento da TI com os objetivos gerais da empresa

Em primeiro lugar, dentre todos os benefícios de ter um CIO em sua empresa, está a garantia de ter um time de tecnologia completamente alinhado aos objetivos macro e micro da organização.

Em outras palavras, se alguma vez a equipe de TI esteve perdida ou agiu por conta própria, sem saber qual direção seguir ou qual era a grande meta da empresa, ao contar com o CIO isso não acontecerá mais.

O profissional será o responsável por assegurar que o TI esteja na mesma página que toda a empresa, especialmente os diretores e fundadores, garantindo que as metas estabelecidas sejam alcançadas com maior facilidade.

Comunicação interna mais estruturada

Ao contar com um CIO de empresa, a organização garante uma comunicação mais alinhada, uma vez que as ideias e demandas são passadas para os colaboradores de forma clara, ajudando-os a tomar ações em busca das metas estipuladas.

Assim que isso acontece, é possível perceber a redução das falhas de comunicação, evitando os ruídos e a rádio peão que normalmente se instalam em empresas que possuem uma comunicação interna desestabilizada.

Quando isso ocorre, os objetivos de um negócio são gravemente prejudicados.

Integração de departamentos e setores

Outra vantagem de ter um CIO em sua empresa é ver uma padronização de rotinas sendo estipulada por ele, o que favorece a integração dos departamentos e colaboradores.

Com isso, percebe-se um aumento da eficiência, bem como a elaboração de modelos uniformes relacionados ao acompanhamento dos indicadores de desempenho e a avaliação de resultados.

Redução de custos

Como consequência de uma comunicação mais eficiente e da integração de setores, podemos citar a redução de custos como outro benefício de ter um diretor de TI.

Afinal, o CIO terá como sua responsabilidade a administração de recursos da empresa, incluindo infraestrutura, pessoal e ferramentas.

Aplicativo Despesa

Sem contar que à medida que os custos são reduzidos, as tarefas são realizadas em tempo hábil e com o máximo de eficiência.

Gestão baseada em dados

Outro motivo para contar com um diretor de TI, diz respeito à gestão de equipes e demandas baseadas em dados e métricas, não apenas em achismos ou intuição.

Afinal, estamos falando da área da tecnologia da informação, e não há profissional melhor para conseguir fazer um gerenciamento do que o CIO.

Por isso, ao contar com o diretor em sua empresa, você pode garantir que as decisões de negócio serão tomadas baseada em informações certeiras.

Maior potencial da TI

Não podemos esquecer que o papel do CIO nas organizações também inclui a elevação do potencial da TI.

Isso significa que a empresa consegue aproveitar bem a disponibilidade desse setor, em busca do alcance de resultados.

Afinal, a tecnologia é capaz de ter um papel estratégico e indicar como as soluções podem ser aplicadas focando no aprimoramento dos resultados.

Desenvolvimento de novos produtos

Também podemos citar a importância de um CIO de empresas na evolução das soluções e no encontro de novas oportunidades de mercado.

Mais do que apenas cuidar das atribuições relacionadas à tecnologia, espera-se que o diretor de TI também esteja à frente das estratégias da empresa, sobretudo no que diz respeito ao desenvolvimento e aprimoramento de produtos.

Sendo a pessoa mais envolvida com a gestão da tecnologia, o CIO é capaz de identificar pontos e gargalos, relacionados às soluções oferecidas pela organização, que passaram despercebidos por outros setores.

Contratações mais estratégicas

Além disso, o CIO pode ter uma função muito importante em relação ao lado pessoal da empresa, especialmente quando falamos em recrutamento e seleção de profissionais de tecnologia.

Certamente há um departamento apropriado  para desempenhar essa função, mas a presença do CIO durante o recrutamento de novos talentos não pode ser ignorada.

Afinal, em uma empresa que possui um diretor de TI, não existirá profissional mais adequado para identificar futuros funcionários ideais para agregar ao time.

Retenção de talentos

Associada à uma boa seleção, está a retenção desses talentos.

Em um mercado cada vez mais competitivo, e sendo a área da tecnologia uma das mais concorridas, conseguir criar um ambiente favorável para a retenção de profissionais é indispensável.

Gerenciamento de riscos

Por fim, podemos citar a gestão de riscos entre as vantagens de ter um CIO de empresas atuando em seu negócio.

Uma vez que você tem um profissional para gerir todo o departamento de tecnologia da sua empresa, os riscos envolvidos no processo podem ser minimizados.

Sobretudo, quando falamos em regulamentações da LGPD, gestão de vulnerabilidades e proteção contra ataques cibernéticos.

Desse modo, após saber o que é CIO, foi possível perceber que esse profissional é fundamental nas organizações, principalmente em relação à parte estratégica.

Logo, o papel de um CIO tem se transformado conforme a tecnologia começa a assumir uma função mais incisiva e cada vez mais inter-relacionada aos negócios.

Agora que você já sabe o que é CIO, que tal aprender mais sobre o mundo corporativo e entender como gerenciar as equipes de suporte?

O setor de suporte é hoje um dos mais importantes e indispensáveis e está diretamente relacionado com a tecnologia em empresas que desejam oferecer um serviço seguro.

No entanto, mais do que contar com esses profissionais, é fundamental que sua empresa saiba como fazer o gerenciamento do time, garantindo uma alta performance.

Afinal, o suporte ao cliente é um dos pontos mais relevantes para garantir a satisfação e fidelização.

Por isso, após descobrir a importância de uma boa gestão de TI, chegou a hora de aprender, também, sobre as vantagens de ter uma equipe de suporte ao cliente bem alinhada. Confira tudo sobre esse assunto através do nosso e-book gratuito “O Guia Completo para Gerenciar uma Equipe de Suporte.

E-book O guia completo para gerenciar equipes de suporte


Junte-se à conversa.