No mundo corporativo, entre os muitos aspectos importantes para o sucesso dos negócios está o funcionamento satisfatório de máquinas e equipamentos. E os gestores dessa área certamente já ouviram falar sobre MTBF e MTTR.

Não é preciso lembrar que quando se trabalha com máquinas ou equipamentos, seja em apenas um processo secundário ou em todos os procedimentos da empresa, seu desempenho é crucial.

E para alcançar um bom desempenho, não basta adquirir os equipamentos mais modernos e atualizados. Eles precisam funcionar da maneira correta pelo maior tempo possível.

Por isso é necessário fazer um gerenciamento de performances para ter acesso a dados como a lista de falhas, o tempo em que a máquina fica parada e o tempo necessário para resolver o problema.

Com essas informações, fica mais viável a obtenção de uma alta disponibilidade dos equipamentos e, consequentemente, o alcance de metas em vários setores.

Dentro desse gerenciamento de performances, para gerenciar as falhas, o tempo de indisponibilidade e o tempo para a solução dos problemas, existem dois indicadores de grande utilidade: MTBF e MTTR.

Neste artigo, você vai saber o que significa MTBF e MTTR e como calcular cada um deles. Veja nos tópicos seguintes.

O que é MTBF

A sigla MTBF vem do inglês e significa Mean Time Between Failures ou, em português, tempo médio entre falhas.

Trata-se de um indicador de manutenção que pode ser utilizado em todas as empresas que dependem de máquinas para o seu funcionamento.

Como ele mede o tempo gasto entre uma falha e outra, apesar de ser um índice ligado à análise de falhas, podemos dizer que quanto maior o MTBF melhor será o resultado.

Isso acontece porque se ocorre um incidente com um equipamento e ele é reparado, quanto mais demorar para que outra falha seja detectada, melhor será o desempenho deste equipamento.

Ou seja, em sua empresa, você precisa almejar um MTBF alto.

Por mais que se deseje permanecer livre das falhas, elas vão aparecer. Então, o que se pode fazer é trabalhar para que elas sejam o mais esporádicas possível.

O MTBF geralmente é medido em horas e ainda neste artigo vamos explicar como calculá-lo.

Mas, antes disso, é importante lembrar que o MTBF não é o único indicador importante na sua gestão de desempenho das máquinas e equipamentos.

MTBF e MTTR devem andar juntos, pois um índice pode complementar o outro em seu plano de ações para melhorar a performance das suas máquinas e equipamentos.

Por isso, no tópico a seguir, vamos falar sobre o MTTR e, em seguida, explicar a diferença entre os dois índices.

Vendas Sistema de Help Desk

O que é MTTR

MTTR significa Mean Time To Repair ou, em português, Tempo Médio Para Reparo.

Ele também é um indicador utilizado para medir o desempenho de equipamentos, sistemas ou máquinas.

Ao contrário do que ocorre com o MTBF, quanto menor for o MTTR, melhor será para a sua empresa.

A explicação é simples: o MTTR calcula o tempo gasto para corrigir os problemas que surgem relacionados ao desempenho dos equipamentos. E quanto mais rápido o problema for solucionado, maior será a disponibilidade do equipamento ou máquina.

Com uma alta disponibilidade, pode-se aproveitar ao máximo as funcionalidades daquele equipamento, o que é muito positivo para a gestão da empresa.

Não existe um resultado para o cálculo do MTTR que será considerado bom para qualquer empresa. Cada uma delas tem suas particularidades.

Um resultado considerado bom para um processo específico pode não ser tão satisfatório em outro contexto.

Por isso é importante entender a realidade específica da sua empresa e fazer a análise mais abrangente e detalhada possível.

É nesse contexto que MTBF e MTTR se complementam. Você não deve conhecer os dois índices para escolher um deles. É importante que se calcule os dois.

Como eles não servem para calcular a mesma coisa, não há lógica em eleger o mais necessário, até porque fazer os dois cálculos não implica em grandes investimentos.

No tópico seguinte, vamos diferenciar MTBF e MTTR.

Diferença entre MTBF e MTTR

Foi possível compreender com a leitura dos dois tópicos anteriores que MTBF e MTTR não são a mesma coisa.

Ambos dizem respeito a cálculos de tempo relacionados a falhas de máquinas e equipamentos.

Porém, enquanto o MTBF calcula o tempo compreendido entre o surgimento de uma falha e outra, o MTTR calcula o tempo necessário para promover um reparo.

Por isso, sua empresa deve almejar um MTBF alto e um MTTR baixo.

Vamos pensar em um exemplo hipotético: se uma máquina com função importante dentro da sua empresa tiver um MTBF de 24 horas e um MTTR de 30 minutos, significa que a cada dia o equipamento apresenta uma falha, mas essa falha é resolvida em um prazo médio de 30 minutos.

GUIA COMPLETO SOBRE LGPD

Para saber se esses índices são bons ou ruins, será preciso levar em consideração vários aspectos específicos da sua empresa.

O importante é saber que MTBF e MTTR devem caminhar juntos para obter informações que vão te ajudar a tomar decisões gerenciais assertivas.

Em seguida, vamos ver como são feitos os cálculos de MTBF e MTTR.

Cálculo do MTBF

Para calcular MTBF e MTTR, é preciso ter em mãos algumas informações:

  • TD - Corresponde ao tempo total de disponibilidade do equipamento ou máquina, ou seja, o tempo que ele deveria estar funcionando caso não existissem falhas.
  • TM - É o tempo total de manutenção, ou seja, o tempo em que o equipamento ficou parado até a conclusão dos reparos.
  • P - É a quantidade de paradas, ou seja, a quantidade de vezes em que o equipamento parou por conta das falhas.

Sendo assim, o cálculo de MTBF é dado pela seguinte fórmula: MTBF = (TD – TM) / P.

Suponhamos que o seu equipamento deveria funcionar por 24 horas se não houvesse falhas, mas ele ficou parado por quatro horas em virtude de duas falhas.

Então, o seu MTBF será calculado da seguinte forma: MTBF = (24 - 4) / 2. Ou seja, o MTBF será de 10 horas.

Isso significa que a cada 10 horas uma falha é detectada no equipamento.

Cálculo do MTTR

A fórmula para o cálculo do MTTR é a seguinte: MTTR = TM / P.

Seguindo o mesmo exemplo dado no tópico anterior, o seu MTTR será calculado da seguinte maneira: MTTR = 4 / 2. Então você terá um MTTR de duas horas.

Em outras palavras, o tempo médio gasto para solucionar uma falha será de duas horas.

Para concluir

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a compreender a importância de se calcular MTBF e MTTR bem como a diferença entre os dois índices.

Agora que você já está pronto para conferir o desempenho dos seus equipamentos por meio de MTBF e MTTR, o próximo passo pode ser o investimento no monitoramento deles. Conheça a Hosts.Green, nossa parceira especialista nesse assunto. É só clicar aqui e testar gratuitamente.

Teste Hosts Green gratuito