Os seus colaboradores são aliados fundamentais no crescimento e sucesso da sua empresa. Por isso, é necessário inspirá-los e engajá-los e, nesse contexto, entra o intraempreendedorismo.

Esse conceito se refere aos colaboradores que criam ideias e as colocam em prática porque a empresa fornece esses estímulos a eles. Ou seja, para que pensem como líderes, o ambiente do seu negócio também tem um papel importante nesse processo.

Por isso, neste artigo, vamos explicar o que é o intraempreendedorismo, por que ele é importante para a sua empresa e como você pode inspirar as pessoas que trabalham na sua organização. Confira!

O que é o intraempreendedorismo?

O conceito de intraempreendedorismo surgiu na década de 80, referindo-se ao ato de empreender dentro de uma empresa. Ou seja, é quando os colaboradores pensam como os donos da empresa.

Ao agir como o dono do negócio, o colaborador se torna mais proativo, criativo e inovador, trazendo resultados positivos para a empresa.

Nesse sentido, o intraempreendedorismo permite que as pessoas que trabalham na sua organização fiquem mais satisfeitas, o que também promove a retenção de talentos, melhoria dos processos e a otimização dos recursos.

Ou seja, o intraempreendedorismo deve ser incentivado pelos donos da empresa, estimulando os colaboradores a interagirem mais no ambiente de trabalho.

Sendo assim, a relação entre os donos e os colaboradores deve ocorrer de forma harmoniosa, no qual ambos se sentem bem na organização e confortáveis para contribuir.

Com isso, a equipe não terá receio de propor novas ideias, expor o que pensa e, assim, sugerir melhorias dentro do negócio.

Como promover o intraempreendedorismo?

Ainda que seja bastante benéfico para a empresa e para os colaboradores, introduzir o intraempreendedorismo pode não ser fácil. Isso porque ele depende de três principais fatores: a cultura da organização, os líderes e os colaboradores.

Para implementar o intraempreendedorismo, primeiro você deve analisar se a cultura organizacional condiz com ele. Ou seja, é importante verificar como os processos são feitos na empresa.

Pergunte-se: a cultura organizacional é burocrática? Os colaboradores realizam apenas tarefas mecânicas ou são estimulados a pensar? O ambiente de trabalho é agradável?

Lembre-se que você deve saber aliar as conquistas pessoais dos colaboradores às necessidades e aos objetivos da empresa.

Uma boa forma de medir a cultura organizacional é verificar a rotatividade das pessoas que trabalham na sua organização. Se for alta, isso significa que os colaboradores não se sentem plenamente satisfeitos no trabalho. Portanto, é necessário mudar esse fato para promover o intraempreendedorismo.

Além disso, o perfil dos colaboradores deve se enquadrar com a vontade de empreender dentro da sua empresa, lembrando que a geração Y tem afinidade com a criação e inovação, fugindo de tarefas burocráticas.

E, é claro, nada disso pode acontecer sem a presença de líderes para estimular o intraempreendedorismo.

Ou seja, não é possível aplicar esse conceito do dia para a noite. Para fomentar o intraempreendedorismo na sua empresa, uma série de passos deve ser dada. A seguir, entenda melhor esse assunto.

Pesquisa de clima

O primeiro passo para medir a cultura da sua organização é saber como os seus colaboradores se sentem em relação a ela.

Nesse caso, é importante questionar os níveis de satisfação, solicitando soluções para a maior autonomia e liberdade dentro do trabalho. Isso vai possibilitar que você saiba quais processos devem ser modificados.

No entanto, é importante ter em mente a necessidade de ouvi-los e implementar as mudanças que julgar serem necessárias.

Fazer uma pesquisa simplesmente para descobrir pontos negativos e não trabalhar em cima deles não permitirá que a sua empresa promova o intraempreendedorismo.

Seleção dos colaboradores

Como dissemos, é necessário que o perfil dos colaboradores se encaixe com o intraempreendedorismo.

Certamente alguns serão mais aptos que outros, então, você deve escolher aqueles que podem ser os líderes desse conceito dentro da sua empresa, ou seja, aqueles que vão estimular os outros a entrarem nesse novo modo de trabalho.

Portanto, pode ser interessante ter uma reunião com eles a fim de mostrar as suas ideias e ouvir o que esses colaboradores têm para contribuir quanto a isso.

Canal aberto de comunicação

O intraempreendedorismo está diretamente ligado à possibilidade de os colaboradores estarem à vontade para trocar ideias, propor soluções e tirar dúvidas. Dessa forma, é importante criar um ambiente agradável, onde as pessoas não sintam receio de falar.

Para isso, você deve criar canais abertos de comunicação, que não sofram ruídos ou sejam restritos. Algumas opções são post-its e cartazes nas paredes. Lembre-se de estimulá-los a usar essas ferramentas.

É importante também dar voz aos colaboradores durante reuniões, às vezes o gestor não sabe como resolver um determinado problema, mas um colaborador operacional tem uma grande ideia.

Papel como líder

Periodicamente, você deve fazer autoavaliação sobre o seu papel como líder na empresa.

Os seus colaboradores enxergam você como chefe ou como líder? Você inspira a sua equipe e é admirado por ela ou as pessoas têm receio de conversar abertamente com você? Trata os seus colaboradores como aliados ou subordinados?

São esses tipos de perguntas que devem ser feitos para analisar se você também está contribuindo para o intraempreendedorismo. Afinal, esse termo exige que o líder faça parte da equipe.

Programa de Participação nos Lucros e Resultados

Se você está disposto a implementar o intraempreendedorismo, deve estar disposto a valorizar os seus colaboradores pelo ponto de vista financeiro.

Afinal, não adianta tentar fazer com que as pessoas do seu trabalho pensem como os líderes da empresa se elas ganham o mesmo salário há anos. Dessa forma, é importante que a mudança também apareça na remuneração dos colaboradores.

Para isso, você pode analisar se é viável instaurar um Programa de Participação nos Lucros e Resultados. Assim, os seus colaboradores vão trabalhar com metas que trarão retornos financeiros para eles.

Dessa forma, para promover o intraempreendedorismo, você precisa avaliar a situação atual da sua empresa, repensar o seu papel como líder e quais mudanças devem ser realizadas.

Como dissemos, essa nova mentalidade é implementada aos poucos, modificando o seu modo de agir, estimulando os colaboradores e modificando o ambiente de trabalho para torná-lo mais agradável.

Portanto, ao introduzir o intraempreendedorismo, você precisa entender como criar uma boa cultura organizacional para sua empresa, por isso, recomendamos que leia o nosso artigo sobre o assunto!