/ Gestão

Gestor de TI: o que é necessário para o cargo e como gerenciar

Aumentar a produtividade, alcançar bons resultados, gerenciar projetos de forma eficaz e controlar todas as informações do setor. Esse é o sonho de qualquer Gestor de TI, não é mesmo?

Na verdade, em qualquer empresa, a busca por resultados excelentes funciona como uma forte fonte de motivação para o trabalho cotidiano.

Mas quando falamos em Tecnologia da Informação alguns desafios são inéditos para os profissionais que atuam no setor.

Dentre esses desafios enfrentados pelas equipes de TI, podemos citar a necessidade de garantir que os softwares e hardwares instalados funcionem de maneira plena e segura.

Para garantir que o serviço seja executado da melhor maneira, é necessário que o Gestor de TI esteja preparado para lidar com esses desafios, que são comuns ao dia a dia de uma equipe.

Quando você terminar de ler esse artigo você vai:

  • Saber exatamente o que faz um Gestor de TI;
  • Saber qual é o perfil desse profissional;
  • E receber importantes dicas de ferramentas para gestão da área de TI.

Continue a sua leitura e saiba tudo o que um gestor de TI precisa dominar.

O que faz um gestor de TI?

Para o início da nossa conversa é importante deixar claro: o Gestor de TI é o profissional que conhece em detalhes toda a rotina administrativa e as ferramentas tecnológicas utilizadas na empresa.

Ou seja, o gestor de TI vai buscar, com base nos conhecimento que ele possui sobre como a empresa funciona, formas de otimizar os processos e potencializar os resultados.

Logo, podemos afirmar que é de responsabilidade do gestor de TI gerir toda a equipe de TI, os prazos e entregas feitas pelos profissionais, bem como a cobrança de tarefas.

O Gestor de TI também deve designar os membros da equipe para determinadas funções de acordo com a aptidão de cada um.

Outra função do Gestor de TI é escolher os projetos de informática que serão implementados na empresa, bem como a integração dos utilizados.

Além disso, o Gestor cria projetos que vão facilitar o funcionamento do negócio de acordo com as necessidades dos clientes (internos ou externos).

Para a criação desses projetos, o Gestor de TI pode ter uma relação mais próxima com o cliente visando entender melhor quais são as suas principais necessidades e expectativas.

Assim é possível gerir a equipe de acordo com o que é esperado pelo cliente, a fim de garantir a sua satisfação.

Mais no início do nosso artigo comentamos que um dos desafios dentro do setor de TI é garantir que os softwares e hardwares instalados funcionem de maneira plena e segura.

Portanto, mais uma das funções do Gestor de TI é avaliar os sistemas de segurança, de informação e de banco de dados com o objetivo de analisar se tudo está conforme planejado.

Caso algo esteja fora do esperado diante dos desafios já citados de funcionamento pleno e seguro , o gestor de TI deve elaborar um plano de contingência para a equipe executar.

Também não podemos esquecer de outra tarefa essencial no cotidiano do Gestor de TI, que é mensurar e acompanhar indicadores importantes para a organização.

Dessa forma, o Gestor de TI consegue identificar quais aspectos da equipe precisam ser trabalhados.

O perfil do Gestor de TI

Ao ler sobre as funções do Gestor de TI é possível perceber que esse cargo tem um papel muito importante na organização.

Mas não só isso, também podemos perceber que é preciso um amplo conhecimento para exercer as suas funções.

Esse amplo conhecimento é necessário não só em TI, mas em gestão, gerenciamento de projetos e equipes e também de pessoas.

Falar que um gestor de TI precisa ter conhecimento sobre como lidar com pessoas parece algo distante da sua principal função, mas não é. Ele precisa ser um líder para a equipe.

O Gestor de TI precisa desse conhecimento em pessoas para melhor gerenciar os membros do seu time.

Ele deve ser capaz de engajar a sua equipe nos objetivos e metas propostos, além de transmitir conhecimento e ter uma boa comunicação com todos.

A comunicação integrada interna é muito importante para que os processos de uma empresa estejam alinhados e, dessa forma, erros sejam evitados.

Outra característica importante que o gestor de TI deve apresentar é a proatividade em buscar novas formas e tecnologias capazes de aprimorar a produtividade da equipe e dos sistemas para melhor atender a empresa e os clientes.

E obviamente, acima de tudo, um Gestor de TI deve saber como gerenciar. Para te ajudar nisso, separamos algumas dicas importantes!

Ferramentas que ajudam a fazer uma boa gestão em TI

Para fazer um bom gerenciamento de equipes e projetos o conhecimento técnico é parte essencial, mas não é tudo.

Existem diversas ferramentas de gestão que podem nos ajudar nesse momento e nós vamos te mostrar quais são para que você possa aplicá-las no seu cotidiano.

1. Software de Chamados

Um Software de Chamados se torna ferramenta indispensável para qualquer Gestor de TI que deseja controlar melhor os atendimentos da sua equipe.

O controle de chamados ajuda o Gestor de TI a saber quais são os problemas mais críticos e que precisam de maior atenção.

Com tal ferramenta, o Gestor de TI também terá acesso a relatórios detalhados, que lhe permitirão analisar todo o histórico de incidentes e descobrir os que mais impactam no negócio.

Possibilitando então a criação estratégias eficientes para otimizar processos, investir em tecnologias e obter sempre melhores resultados.

Somado a tudo isso, será possível analisar a produtividade da equipe e desempenho de cada técnico, medir o cumprimento dos SLAs acordados e até mesmo o Nível de Satisfação dos Usuários - informações importantíssimas que podem gerar insights de melhoria a todo momento e justificar novos investimentos.

2. Business Model Canvas

O BMC é uma ferramenta que tem por objetivo criar ou aperfeiçoar um modelo de negócios.

O Canvas pode ser entendido como um mapa do seu negócio, dividido em blocos através dos quais é possível determinar o passo a passo do modelo.

Em algumas empresas, é comum o quadro do Canvas estar disposto para toda a equipe para que em momentos de discussão e reformulação do processo todos possam opinar.

Usando o BMC, fica fácil para o Gestor de TI mapear e identificar dificuldades em cada processo do negócio que podem ser resolvidas ou otimizadas.

3. Runrun.it

O Runrun.it é um software de gestão do trabalho, que permite gerenciar os projetos, custos e o fluxo de tarefas, além de aumentar a produtividade da sua empresa.

Com ele, você pode distribuir as demandas entre os seus colaboradores e organizar a comunicação da sua equipe dentro dos projetos.

A ferramenta também dá estimativas reais de entrega das atividades e se um projeto tende a atrasar.

4. Gráficos de Gantter

Os Gráficos de Gantter configuram um importante recurso do Microsoft Project que permite uma visualização mais objetiva de quando um projeto se inicia e quando ele termina.

Assim, é possível ter uma noção clara do tempo gasto em cada fase do projeto.

5. Xmind

O Xmind é uma ferramenta útil para estabelecer de forma clara qual é a ideia principal do projeto em questão.

Essa ferramenta é um código aberto para a criação de diagramas e mapas mentais com templates já prontos ou também com a possibilidade de você começar uma criação do zero.

O Xmind é muito utilizado na fase inicial dos projetos quando muitas coisas ainda estão sendo definidas pela equipe.

6. Calculadora de ROI

Como calcular o ROI pode ser mais importante do que parece. ROI é a taxa de Return On Investment, ou seja, a taxa que indica o retorno sobre o investimento.

Ela é importante porque traz informações necessárias para determinar a possibilidade ou não de manutenção do projeto e até mesmo de sua rentabilidade.

Usando o cálculo de ROI, o Gestor de TI terá uma informação valiosa em suas mãos que pode ajudar a justificar qualquer investimento.

Pois assim será possível detalhar todo retorno que esse investimento trará e em quanto tempo isso acontecerá.

As ferramentas de TI são muito necessárias diante do atual mercado. Elas impactam de forma direta e muito positiva na produtividade de uma equipe.

Através de ferramentas como as que citamos aqui, podemos alcançar bons resultados a partir da otimização de tempo e de um gerenciamento eficiente.

Se você é gestor de TI, ter o conhecimento dessas ferramentas é essencial para exercer a sua função de maneira inteligente e focada.

Agora que você já tudo sobre o cargo de gestor de TI, que tal se aprofundar ainda mais na arte de gerenciar equipes de suporte? Baixe nosso e-book sobre assunto gratuitamente clicando aqui e boa leitura!

Fabio Teles

Fabio Teles

Faz parte da equipe de Gestão e Serviços na Desk Manager Software. Tem 10 anos de experiência com TI em suas mais variadas formas. Especialista em ITIL, CobIT, ITSM, Analise e Gestão de Insights

Leia Mais