/ Gestão de Atendimento

Como mensurar os resultados dos seus recursos de TI

A cobrança de resultados envolvendo recursos tecnológicos cresce mais a cada minuto. É necessário saber se as ferramentas utilizadas realmente estão trazendo o retorno esperado para o desempenho eficiente de qualquer negócio. Para isso, é preciso mensurar os resultados dos seus recursos de TI. No post de hoje, abordaremos essa questão e explicaremos como realizar esse processo. Vamos lá?

Primeiramente, precisamos esclarecer que existe uma grande diferença entre rastreamento e monitoramento. O primeiro diz respeito ao acompanhamento das idas e vindas de um objeto ou processo. O segundo conceito, por sua vez, refere-se ao ato de acompanhar o processo ou objeto, verificando se atende a especificações ou objetivos estabelecidos, que é exatamente o que se procura fazer ao mensurar os resultados dos seus recursos de TI.

Agora que você compreendeu o conceito, você sabe dizer qual a importância desse monitoramento? Se ainda não sabe, não se preocupe: abordaremos a questão em seguida. Acompanhe.

Importância e vantagens do monitoramento dos recursos de TI

Conforme afirmamos anteriormente, a cobrança de resultados é cada vez maior. Contudo, não é possível falar sobre resultados se eles não foram medidos. Em TI, por exemplo, a importância do monitoramento pode ser simplificada nos seguintes pontos:

  • Acompanhar processos lineares ou progressivos
  • Identificar pontos de melhoria
  • Identificar tendências
  • Agir corretivamente ou proativamente
  • Melhorar a execução

É essencial ter em mente o que se está monitorando, o que se quer extrair do processo de monitoramento e criar, assim, os seus parâmetros de mensuração. Dessa maneira, é possível acompanhar em tempo real a execução dos processos estabelecidos em seu negócio. Entre as vantagens do monitoramento dos resultados de TI estão:

  • Obter dados e informações mais detalhadas
  • Identificar pontos importantes da fase em seu progresso
  • Programar ações de melhoria e também correções
  • Efetuar um feedback mais exato para atender e superar expectativas
  • Aumentar a satisfação dos clientes
  • Gerar melhores resultados

Como você pode perceber, são muitas vantagens, não é mesmo? Contudo, como obtê-las? De que maneira criar parâmetros concretos para mensurar seus resultados? É para isso que existe o PDI ou PDTI, que conheceremos melhor a seguir.

Plano de Desenvolvimento de Informática ou Plano Diretor de Tecnologia da Informação: você sabe o que é?

A dificuldade em mensurar os recursos de TI ocorre por que diz respeito a ativos tangíveis como, por exemplo, computadores e relatórios financeiros, mas também a ativos intangíveis, ou seja, que não podem ser mensurados monetariamente.

O Plano de Desenvolvimento de Informática ou Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDI ou PDTI) é o plano utilizado para realizar a análise e diagnóstico dos recursos de TI e a elaboração do plano de metas, ou seja, como será executada a gestão (aqui se inclui a mensuração) desses recursos. É por meio desse planejamento que a empresa identifica as necessidades de aquisição ou substituição de máquinas, criação, instalação ou melhoria de processos e sistemas, além de definir os parâmetros que serão utilizados para delinear o processo de mensuração, bem como o retorno de investimento (ROI).

Confira quais são os parâmetros mais utilizados para medir a eficiência dos recursos de TI:

Monitoramento do funcionamento dos recursos de TI (como sistemas, servidores, linhas telefônicas e de internet, entre outros)

  • Quantidade de paradas (downtime) de pontos-chave para a operação da empresa
  • Identificação falhas no desempenho dos recursos
  • Quantidade de incidentes, ou seja, número de vezes que a operação parou por alguma falha dos recursos de TI
  • Quantidade de chamadas de usuário para criar melhorias e diminuir o número de chamadas desnecessárias

Por meio do monitoramento e mensuração desses parâmetros, é possível identificar os gargalos da operação de TI e como tornar seus recursos mais eficientes, observando cada caso isoladamente, além de analisar a situação do setor de TI inteiramente. O controle da qualidade dos recursos e processos de TI é fundamental para garantir a otimização das operações de seu negócio.

CTA-DM-3-2

Rafael Fialho Teixeira

Rafael Fialho Teixeira

Atua há mais de 5 anos na área de Negócios da Desk Manager Software. Formado em TI e especializado em Gestão de Serviços, ITSM, ITIL, Cobit e Customer Success.

Leia Mais