Clima Organizacional: o que é e como melhorá-lo
Gestão de pessoas Gestão

Clima Organizacional: o que é e como melhorá-lo

Célio Fabiano
Célio Fabiano

Tabela de conteúdos

Você sabe o que é clima organizacional e o impacto que ele tem em sua empresa? A grande maioria das pessoas passa a maior parte do seu dia no ambiente de trabalho, ou seja, dentro das empresas.

Muitas vezes, esse ambiente não fica para trás após a jornada. Ou seja, muitos colaboradores continuam conectados às suas tarefas e colegas via redes sociais e aparelhos eletrônicos.

Mas, imagine se você precisasse cumprir longas horas de trabalho e realizar diversas tarefas, sentindo-se infeliz dentro da empresa?

O Clima Organizacional é, justamente, o termômetro que indica o quão satisfeito está o quadro de funcionários.

Por meio dos indicativos que ele apresenta, é possível verificar quais melhorias devem ser adotadas para que as pessoas daquela organização tenham uma melhor qualidade de vida.

Para saber mais sobre o assunto e como ele pode influenciar, desde a rotatividade de funcionários, até os resultados comerciais da sua empresa, leia nosso conteúdo completo.

Afinal, o que é clima organizacional?

O clima organizacional é a percepção coletiva do quadro de colaboradores de uma empresa, em relação à organização como um todo e o ambiente de trabalho.

Em outras palavras, é a mensuração da qualidade de vida que os profissionais têm naquele ambiente corporativo.

Apesar de não ser algo palpável, o clima pode ser facilmente percebido através do comportamento dos colaboradores e de dados obtidos por ferramentas de gestão, como a pesquisa de clima.

Quando a atmosfera psicológica mostra-se negativa, o resultado pode ser uma equipe desmotivada, com comportamentos que não estão de acordo com as regras da organização, com a saúde emocional comprometida e baixo rendimento.

Esse balanço, no entanto, apesar de ser fundamental para a saúde e crescimento da empresa, nunca revela resultados iguais, nem mesmo em organizações de segmentos equivalentes.

Afinal, cada empresa é única em seu modo de ser e nas pessoas que fazem parte dela, sobretudo no que se refere às necessidades e desejos.

E-book O guia completo para gerenciar equipes de suporte

Cultura e clima organizacional: entenda a diferença

Como vimos, o clima organizacional é formado pelo conjunto de ideias e sentimentos que os colaboradores têm em relação à empresa em que trabalham.

Já a cultura organizacional é outro conceito que, apesar de parecer semelhante, não significa a mesma coisa.

É fundamental que a diferença entre os termos esteja clara, antes de continuarmos o assunto. Vamos entendê-los melhor.

Ambos os conceitos estão associados às necessidades humanas dentro da organização, mas em diferentes níveis e relacionadas diretamente aos distintos agentes.

As empresas, independentemente de porte ou segmento, possuem características e pilares peculiares. Ou seja, cada organização pode ser entendida como um sistema único de normas, valores, padrões e métodos.

O que define todos esses vieses é, justamente, a cultura organizacional, o que podemos entender como o DNA de uma empresa — exclusivo e importante para sua formação.

Desse modo, a cultura de uma organização representa sua capacidade de lidar com as questões externas e integrações internas, definidas por um grupo da empresa.

O clima organizacional, por sua vez, é o indicador do grau de satisfação dos colaboradores com a empresa como um todo. Por isso, diferentemente da cultura, determiná-lo nem sempre é simples.

Isso porque ele é composto por muitas dimensões, tais como:

  • As demandas executadas pelo colaborador;
  • O estilo de liderança da empresa;
  • A comunicação interna adotada;
  • Os salários e benefícios oferecidos;
  • E, até mesmo, a própria cultura organizacional.

Além disso, ele é fruto da percepção que os colaboradores têm da empresa, e não o contrário. Então, para alcançar um clima satisfatório, cada fator deve ser analisado e melhorado continuamente.

Quais os tipos de clima organizacional?

Agora que você sabe o que é clima organizacional, já ficou clara a sua importância e o impacto que pode ter no desempenho e resultados de uma empresa, certo?

Pois, então, chegou a hora de entender quais são os tipos de clima organizacional existentes, para identificar em qual nível sua organização está — e os passos que você pode tomar para melhorar o clima organizacional.

Após realizar o levantamento e reconhecer o clima organizacional da sua empresa, você poderá chegar até um dos resultados citados abaixo.

1. Clima organizacional bom

O clima organizacional considerado bom é o desejado por toda empresa.

Ele acontece quando o colaborador possui uma excelente percepção da empresa, e isso acaba refletindo em uma alta produtividade, motivação e em resultados expressivos.

Certamente você já viu o caso de alguma empresa que é muito bem falada por seus funcionários, em que todo a grade de colaboradores parece orgulhosa em fazer parte e engajada com sua missão.

Nesses casos, o trabalho sequer parece trabalho, mas sim algo muito prazeroso.

Para essas empresas, além da retenção de talentos ser uma realidade (pois ninguém tem vontade de sair de lá), os melhores profissionais do mercado estão sempre de olho nas vagas, em busca de oportunidades para fazer parte da organização.

Mas você pode estar se perguntando: “como a empresa consegue manter o seu clima organizacional nesse nível?”.

Para alcançar esse cenário, a empresa deve se empenhar em colocar em prática estratégias focadas em pessoas, ações que verdadeiramente valorizem a equipe e a façam sentir-se uma peça essencial para o seu bom funcionamento.

2. Clima organizacional médio

Já o clima organizacional médio é aquele em que os colaboradores não se encontram no auge da motivação, mas também não estão totalmente insatisfeitos.

Quando esse clima é a realidade em uma empresa, os profissionais trabalham com a mentalidade de apenas cumprir com a sua obrigação, mas não há entusiasmo e muito menos engajamento com a missão da organização.

Em geral, quando uma empresa identifica um clima organizacional médio, o mais inteligente a fazer é criar um plano de ação para reverter o quadro, e evitar que se chegue ao clima ruim, do qual falaremos abaixo.

3. Clima organizacional ruim

Por fim, temos o clima organizacional ruim, o que mais afeta negativamente uma empresa nos mais diversos sentidos.

Nesse estágio, o nível de insatisfação dos funcionários está em seu máximo, e os impactos da desmotivação atingem toda a estrutura da empresa, causando situações como:

  • Péssima imagem de mercado;
  • Alto turnover;
  • Ruídos de comunicação;
  • Relação conturbada entre a liderança e os liderados;
  • Conflitos internos constantes.

Quando esse cenário acontece, é passada a hora de estruturar um plano de ação para recuperar a satisfação e a vontade dos colaboradores em fazer parte daquela empresa.

Como melhorar o clima organizacional?

Antes de pensar em como melhorar o clima organizacional, o primeiro passo é realizar o diagnóstico atual.

Uma boa ferramenta para entender como anda a percepção dos seus colaboradores é a pesquisa de clima, em que cada um deles pode classificar sua satisfação com pontos como remuneração e benefícios, oportunidade de desenvolvimento, relação com as lideranças, comunicação interna, entre outros aspectos que fizerem sentido para a realidade da empresa.

Assim, depois do diagnóstico, caso o clima organizacional esteja médio ou ruim, é hora de investir em melhorias. Alguns passos para colocá-las em ação, são:

  1. Investir no bem-estar pessoal de cada colaborador;
  2. Criar programas de benefícios;
  3. Oferecer treinamentos e formação contínua;
  4. Promover experiências positivas durante a jornada de trabalho;
  5. Implementar um processo rápido para solução de conflitos.
Aplicativo Gamificação

Inclua nessa listagem o que mais estiver alinhado com as necessidades e desejos identificados durante a pesquisa, para realizar uma boa gestão de clima organizacional e tornar a sua empresa o melhor local de trabalho para seus funcionários.

Como bem percebemos, o modelo de gestão e liderança adotado por uma empresa pode impactar fortemente em seu clima organizacional.

Portanto, se você deseja continuar se aprofundando nesse tema e na influência dos gestores na produtividade, desempenho e resultados da equipe, leia também o nosso artigo “5 segredos para uma gestão de equipes focada em resultado”.



Junte-se à conversa.