/ Gestão

Certificação COBIT: o que é e qual a relevância para o setor de TI?

Em um mundo onde as atividades empresariais estão cada vez mais tecnológicas, a gestão de TI é fundamental para o sucesso de uma empresa do ramo ou para a prosperidade de uma organização que conta com este setor. Por isso, é fundamental investir em treinamentos e capacitações, como a certificação COBIT.

Só ao garantir um maior número de acertos na gestão da informação é que os riscos operacionais podem ser minimizados e os resultados melhorados.

Dessa forma, o COBIT é um framework focado em otimizar a governança de TI, conferindo certificações de segurança, auditoria, governança e risco internacionalmente conhecidas.

A principal função do COBIT é fornecer um grupo de boas práticas no que tange a governança de TI em uma empresa. E, dessa forma, é cada vez mais relevante que os profissionais tenham a certificação COBIT.

Se você trabalha como analista ou gestor de TI e deseja ampliar suas habilidades de gerenciamento de TI, continue a leitura e saiba tudo sobre a certificação COBIT.

O que é o COBIT?

Antes de entender como obter a certificação COBIT, vamos aprofundar os conhecimentos sobre este framework.

O COBIT, sigla para Control Objectives for Information and related Technology, é um conjunto de boas práticas e recomendações de governança de Tecnologia da Informação mundialmente conhecido.

Este framework está, atualmente, em sua quinta versão, que possui uma arquitetura formada por quatro funcionalidades:

  • Planejar e organizar;
  • Adquirir e implementar;
  • Entregar e suportar;
  • Monitorar e avaliar.
    Toda essa organização é concretizada em 34 processos e 210 pontos de controle.

O COBIT foi idealizado de acordo com às exigências do “Committe of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission” (COSO).

O COSO é um padrão de controles internos que é adotado e aceito como modelo de gerenciamento e gestão de riscos empresariais no mundo inteiro.

O COBIT busca garantir que a tecnologia foque o negócio da empresa e não necessariamente no departamento de TI, alinhando, desta forma, as atividades de TI com o negócio principal da empresa.

O COBIT possui maior eficiência se integrado com outros frameworks utilizados no mundo da tecnologia, seja na gestão de serviços, como o ITIL, ou mesmo na gestão de risco de TI, como o ISO 27005.

Dessa forma, a utilização do COBIT pelas empresas concede uma visão holística, com foco nos negócios e nas necessidades dos stakeholders da organização.

Os princípios do COBIT 5

Lançado em 2012, o COBIT 5 foi integrado após 20 anos de desenvolvimento neste campo de atuação. Hoje esse sistema é a base da certificação COBIT.

O COBIT 5 é construído a partir de cinco princípios fundamentais:

  • Satisfazer as partes interessadas

O COBIT fornece todos os processos e ferramentas necessárias para suportar a geração de valor através do uso de Tecnologia da Informação.

Este princípio está intimamente alinhado com o conceito de alinhamento estratégico. Um elemento crítico do COBIT, portanto, é que o núcleo de governança de TI deve atingir o alinhamento estratégico entre TI e o resto da organização.

Para auxiliar as empresas a alavancarem o alinhamento estratégico, os desenvolvedores do COBIT realizaram uma pesquisa para fornecer orientações na compreensão de como as metas empresariais direcionam metas de TI relacionadas e vice-versa.

Esta pesquisa foi baseada em entrevistas detalhadas e avaliações especializadas em diferentes setores. A partir daí, uma lista genérica de metas empresariais, metas de TI e seus inter-relacionamentos foi estabelecida.

Você pode consultar esta tabela no framework COBIT 5, que é gratuito e pode ser obtido no site da ISACA.

  • Cobrir a organização de ponta a ponta

Este princípio considera que o COBIT 5 cobre todas as funções e processos de uma organização.

Ele não foca só na função de TI, mas trata a informação e tecnologias relacionadas como ativos que precisam ser tratados como qualquer outro da empresa.

Desta forma, os gerentes de negócio deveriam se responsabilizar por gerenciar os seus ativos relacionados a TI assim como o fazem para outros ativos, como plantas físicas, recursos financeiros e humanos, dentro de suas próprias unidades.

O foco em cobrir a organização de ponta a ponta implica em uma mudança crucial na filosofia dos gestores de TI e de negócio.

O COBIT compreende uma mudança do gerenciamento de TI como um custo para um ativo, que é essencial para a geração de valor para o negócio.

  • Aplicar um framework integrado e único

Este princípio descreve o alinhamento em alto nível do COBIT 5 com outros padrões e frameworks relevantes, como a ITIL e o ISSO.

Dessa forma, o COBIT serve como um framework abrangente para a governança empresarial de TI.

  • Possibilitar uma visão holística

  • O quarto princípio diz que a implementação eficaz e eficiente da governança empresarial de TI requer uma visão holística, considerando vários componentes interativos, como processos, estruturas e pessoas.

Um sistema organizacional requer a definição e aplicação, de uma maneira holística, de estruturas e processos, assim como aos aspectos ambientais e culturais (pessoas, cultura, valores, etc.).

Ao aplicar a teoria do gerenciamento estratégico na governança e TI, as organizações estão desenvolvendo e usando uma mistura holística de estruturas, processos e mecanismos relacionados.

  • Separar governança e gerenciamento

Este último princípio consiste na distinção entre a governança e o gerenciamento.

No COBIT 5 é declarado pela primeira vez que os processos de governança de TI e de gerenciamento de TI referem-se a diferentes tipos de atividades.

Os processos de gerenciamento de TI asseguram que os objetivos da empresa sejam atingidos por meio da avaliação das necessidades das partes interessadas, definindo a direção através da priorização e tomada de decisão, e monitorando o desempenho, a conformidade e o progresso com relação aos planos.

Nas empresas, a governança de TI pode ser de responsabilidade da diretoria ou algo equivalente.

Como é o funcionamento do COBIT?

Para adotar o COBIT na sua empresa, é necessário, primeiramente, realizar um estudo prévio, a fim de definir os problemas e adaptar as práticas à realidade da empresa.

Depois, o framework aplica uma série de práticas envolvendo etapas do planejamento ao monitoramento dos resultados e métricas.

A partir da avaliação dessas etapas, o COBIT consegue detectar e estabelecer quais são as práticas mais adequadas em governança de TI que trabalhem em aliadas à realidade e objetivos da empresa.

Posteriormente, são descritos os processos e definidos os objetivos de controle específicos, de acordo com as necessidades da empresa.

A avaliação das etapas e processos funcionará, ainda, como uma correção de não-conformidades, o que auxilia na divisão e delegação de tarefas e na avaliação do nível de interação entre os processos.

A relação entre o COBIT, a certificação COBIT e a governança de TI

Tanto falamos sobre a governança de TI, mas talvez não tenha ficado clara a sua a relação direta com o COBIT.

A governança de TI tem a função de administrar as informações da empresa, controlar os serviços de TI e garantir que a tecnologia seja uma aliada para os colaboradores.

Nesse sentido, o COBIT é capaz de auxiliar a empresa a garantir a segurança das informações, a administração de dados, do gerenciamento de problemas e a própria gestão de TI.

Qual a importância da certificação COBIT e como obtê-la?

A certificação COBIT 5 Foundation é o título que garante aos profissionais a versão mais atualizada do framework.

O foco da certificação COBIT é combinar um conjunto de práticas e diretrizes para a excelência em TI, baseadas em segurança e, consequentemente, redução de risco.

O exame para obter a certificação COBIT é aplicado pela ISACA, responsável pelo gerenciamento deste framework.

No entanto, há outras fundações e organizações que aplicam a prova, como a APMG International. Assim, é possível obter três níveis de certificação COBIT:

  • Cobit 5 Foundation;
  • Cobit 5 Implementação;
  • Cobit 5 Assessor.
    A prova da certificação COBIT é composta de 50 questões objetivas e o candidato precisa responder corretamente metade das perguntas em 40 minutos para obter a aprovação.

Não há pré-requisitos específicos para a realizar o exame e obter a certificação COBIT. A Foundation inclusive, também pode ser feita online inclusive em português. Para os outros níveis, a prova só está disponível em inglês.

O pagamento da taxa de inscrição é de cerca de R$800,00. A certificação COBIT não possui prazo de validade.

O resultado da aprovação ou reprovação é recebido em cerca de 7 a 10 dias após o exame.

O exame testa conhecimentos gerais e básicos do candidato em governança de TI com a utilização do framework COBIT.

As questões cobradas na prova da certificação COBIT são diretas e sucintas. Para ter um bom desempenho, além do conhecimento nos temas cobrados, é preciso um com raciocínio lógico e familiaridade com termos técnicos de tecnologia.

Vale a pena investir em simulados e leitura de provas sobre o assunto na internet para se preparar melhor e não ter que realizar a prova outra vez.

A certificação COBIT é ideal para auxiliar os gestores de TI a controlar os serviços fornecidos internamente ou por terceiros, bem como os auditores de sistemas e opiniões a respeito dos controles internos.

Para quem está começando agora na carreira, a certificação COBIT é um bom começo, pois garante a excelência em conceitos, estruturas e termos técnicos de sistemas. Além disso, o custo-benefício também é bom para iniciantes.

As certificações são uma das garantias para a contratação em bons cargos, já que as empresas dificilmente admitem um Gerente de TI que não tenha a certificação COBIT.

Um profissional que possui em seu currículo a certificação COBIT é capaz de desenvolver a liderança dos sistemas através de estratégias que melhorem a competitividade e o desempenho do negócio.

Para os gestores, é fundamental incentivar a obtenção da certificação COBIT por parte da sua equipe. Assim, é possível ter colaboradores aptos para aprimorar e adaptar processos de tecnologia de alto nível.

Além da certificação COBIT, outro título indispensável para os profissionais de TI é a certificação ITIL. Ainda não possui? Aprenda tudo sobre o assunto neste blogpost.

CTA-DM-1-5

Fabio Teles

Fabio Teles

Faz parte da equipe de Gestão e Serviços na Desk Manager Software. Tem 10 anos de experiência com TI em suas mais variadas formas. Especialista em ITIL, CobIT, ITSM, Analise e Gestão de Insights

Leia Mais