/ Customer Success

Cadastro de clientes: 3 erros que você não pode cometer

A sua empresa realiza o cadastro de clientes? Você deseja melhorar esse processo dentro da sua empresa ou, até mesmo, iniciar essa prática?

Realizar o cadastro de clientes é uma atitude que, com certeza, traz benefícios para a sua gestão interna.

Esse cadastro te oferece a possibilidade de ter o controle sobre a jornada de compra dos seus possíveis consumidores e clientes efetivos.

Os dados obtidos com essa prática são fundamentais para que você saiba como interagir e, também, converter leads em clientes e, ainda, fidelizar os atuais consumidores da sua empresa.

Ao fazer uso de uma estratégia assim, se faz necessário tomar alguns cuidados fundamentais.

Existem alguns erros que, simplesmente, não podem ser cometidos. Caso eles encontrem lugar nos seus processos internos, o cadastro de cliente, que era pra ser uma ferramenta de auxílio com grandes vantagens, pode se tornar um prejuízo.

Continue a leitura para saber mais sobre cadastro de clientes e quais são esses erros que você não pode cometer.

O que é cadastro de clientes?

Para começarmos, vamos recapitular o conceito de cadastro de clientes. Esse entendimento é bem simples, visto que o seu próprio nome nos indica o que é feito.

Os clientes da empresa são cadastrados em uma espécie de repositório que contém todas as informações necessárias a respeito de cada cliente.

Essas informações necessárias podem depender do objetivo de cada empresa, mas, de maneira geral, serão informações que irão possibilitar o contato da empresa com o cliente para diversos fins.

Quais são as informações presentes no cadastro de clientes?

Para que você construa um cadastro de clientes que seja realmente efetivo, é importante saber quais informações você deve colocar na sua lista. Algumas dessas informações mais comuns são as que se seguem:

  • Nome;
  • E-mail;
  • Telefone;
  • Endereço;
  • Data de nascimento.

Essas informações básicas devem estar presentes no seu cadastro de clientes. Contudo, você pode se sentir livre para adicionar quaisquer dados que julgar relevantes.

Em alguns casos, o cadastro de clientes pode possuir um campo de observações no final para que dados importantes sejam adicionados.

Assim, é possível realizar anotações a respeito do último contato realizado com aquele cliente entre outras coisas.

Ainda, se você quiser fazer um cadastro de clientes um pouco mais completo, é possível adicionar o histórico de compra que aquele cliente possui dentro da sua empresa.

A partir dessas informações é possível estreitar a relação entre cliente e empresa, trazendo maiores resultados para a organização.

Como realizar o cadastro de clientes?

Existem diversas maneiras de realizar o cadastro de clientes e tudo vai depender da realidade da sua empresa.

Qual o porte do seu empreendimento? Quantos clientes você possui? Como andam as suas redes sociais e a captação de novos clientes? Você deseja apenas fidelizar clientes ou, até mesmo, transformar leads em consumidores? Como são os seus processos internos? E a rotina da sua gestão?

As respostas para essas perguntas irão direcionar o que será melhor para o seu negócio. Não se esqueça disso.

201917Jun_deskmanager-cta-blog

Existem empresas que fazem o cadastro de clientes de maneira manual, no papel. Outras, usam uma planilha de Excel para realizar esse controle.

E, ainda há empresas que usam um software específico para realizar o cadastro de clientes. Como dissemos anteriormente, tudo irá depender da realidade da sua empresa.

Se você tiver um número expressivo de clientes com os quais deseja manter contato e oferecer novos produtos, nem mesmo a planilha do Excel pode ser suficiente. Sendo assim, um software específico para esse fim será a melhor opção.

Às vezes, é possível que devido ao número de clientes, você até consiga fazer um cadastro manual.

Mas, devido à rotina da sua empresa e o andamento dos seus processos internos, ter um software será muito mais vantajoso.

Sabemos, também, que a automação de processos veio para facilitar a rotina e os afazeres de uma empresa a fim de otimizar processos e trazer melhores resultados.

Mas, agora, vamos ver quais são os erros que você não pode cometer em relação ao cadastro de clientes?

Veja quais são os 3 erros que você não pode cometer ao cadastrar os seus clientes

A seguir, vamos falar para você os 3 erros que você não pode cometer ao cadastrar os seus clientes.

Como qualquer processo interno, erros podem prejudicar a rotina da sua empresa e fazer com que algo que seja para ajudar, acabe prejudicando ainda mais.

Vamos ver quais são esses erros?

Não manter o cadastro de clientes atualizado

O cadastro de clientes deve estar, sempre, atualizado. Podemos fazer essa afirmação sem sombra de dúvidas.

Caso o cadastro de clientes não seja atualizado adequadamente, informações podem ser perdidas e, ainda pior, ao contatar um cliente, é possível que o atendente acabe realizando uma abordagem equivocada.

Manter o cadastro atualizado é essencial para que essa ferramenta cumpra o seu propósito e auxilie o seu negócio a alcançar bons resultados.

Deixar informações importantes de lado

Esse erro pode ser muito comum. Às vezes, os colaboradores responsáveis por realizar o cadastro de clientes podem cometer erros e acabar não compilando todas as informações necessárias de um cliente.

Com isso, a ferramenta ficará defasada e o trabalho que deve ser feito a partir da mesma também.

Ao fazer uso de uma estratégia como o cadastro de clientes, é comum que mais de um colaborador tenha acesso a essas informações. Caso um deles cometa o erro de deixar alguma informação em branco, o trabalho de outro colega pode ser prejudicado e, como consequência, os resultados da empresa também.

Não fazer o uso correto da ferramenta

De nada adianta ter uma ferramenta em sua gestão se você não faz o uso adequado dela, não é mesmo?

Sem usar a ferramenta disponível de maneira adequada, você estará desperdiçando recursos, investimento e tempo da sua equipe e da sua empresa.

O cadastro de clientes serve para você acompanhar a jornada de cada um dos seus, fazer contato com os mesmos, oferecer novos produtos e criar uma relação mais próxima com o objetivo de fidelizar esses clientes cada vez mais.

Se nada disso é feito, a preocupação em manter o cadastro de clientes atualizado, e de compilar as informações corretamente, para nada adianta.

Portanto, faça o uso adequado da ferramenta, aproveitando tudo o que ela pode trazer de vantagens e benefícios para a sua empresa.

Para potencializar ainda mais os resultados possíveis a partir do cadastro de clientes, se informe mais sobre pós-vendas. Temos um artigo desse assunto que vai te ajudar no processo de fidelização de clientes e aumento da sua receita. Clique aqui para saber mais.

CTA-DM-3-2

Rafael Fialho Teixeira

Rafael Fialho Teixeira

Atua há mais de 5 anos na área de Negócios da Desk Manager Software. Formado em TI e especializado em Gestão de Serviços, ITSM, ITIL, Cobit e Customer Success.

Leia Mais